Os 5 carros mais roubados em Goiás durante a pandemia

  • por

Você sabia que Goiânia está entre as cidades brasileiras com maior índice de roubo e furto de carros?

Segundo uma pesquisa da Ituran, especializada em monitoramento de veículos em todo o País, a capital goiana é a quinta cidade brasileira com mais roubos e furtos de automóveis, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, em 2020 o Estado registrou uma média de 6,9 roubos de carro por dia.

Capital registra maior índice de roubos no Estado

De acordo com a pesquisa feita pela Ituran, divulgada em meados do ano passado, a capital goiana, com frota superior a 1 milhão de veículos, concentra a maior taxa de roubo de carros no Estado, seguida por Aparecida de Goiânia e Luziânia.

Os bairros de Goiânia mais afetados por roubo de carros são o Jardim América, seguido do Setor Bueno e Parque Amazônia.

Além disso, a pesquisa também apontou os modelos mais visados por bandidos.

Modelos mais roubados em GO

Se você acha que a lista dos carros mais roubados é dominada por veículos novos ou mais caros, está bastante enganado. Muitas vezes são os carros populares que mais atraem os criminosos, especialmente pela facilidade de revenda das peças.

Modelo bastante popular da Volkswagen, o Gol lidera o ranking dos carros mais roubados em Goiás, seguido de perto pelo Hyundai HB20 na segunda posição.

A terceira e a quarta posição ficam com dois sedans muito apreciados em todo o País: o Toyota Corolla e o Honda Civic. O Fiat Palio completa a lista dos 5 modelos mais visados pelos bandidos em Goiás.

Proteção veicular contra roubos e furtos

Independentemente da cidade ou do modelo do veículo, resguardar o automóvel é fundamental. Afinal, ninguém quer correr o risco de seu patrimônio — e consequentemente todo o dinheiro investido — ser levado e ficar no prejuízo total.

A proteção não pode evitar uma situação desgastante como um roubo ou furto qualificado, mas vai minimizar os danos e garantir tranquilidade ao condutor.

Nesses casos, a Associação Múltipla indeniza os Associados em até 100% do valor do veículo na tabela FIPE*.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *