Rodando na chuva: 8 dicas para dirigir com maior proteção e segurança em dias chuvosos

  • por

Com a chegada do verão, o número de batidas e acidentes de trânsito costuma aumentar bastante, especialmente nas regiões em que chove muito como o Centro-Oeste.

Em dias chuvosos e com pista molhada, a chance de colisão é maior, pois conduzir em pistas escorregadias impõe inúmeras adversidades até mesmo para motoristas experientes.

E até por isso a atenção precisa ser redobrada na direção. Veja alguns cuidados importantes que você deve ter em dias chuvosos e com pista escorregadia para dirigir com maior proteção.

1. Procure manter uma distância segura do veículo à frente;

Assim você reduz os riscos de colisão ou até de engarrafamento. Em locais com chuva e pista molhada, procure respeitar uma diferença de pelo menos 4 segundos para o veículo à sua frente.

2. Verifique as condições da pista: atenção especial para os jamelões!

Em muitas regiões de Goiás, por exemplo, a liberação do óleo produzido pelos jamelões nessa época pode deixar a pista ainda mais escorregadia e aumentar o risco de acidentes, principalmente envolvendo motociclistas. Fique atento e diminua a velocidade se perceber problemas na pista!

3. Use os faróis baixos quando estiver dirigindo na chuva;

Se estiver chovendo, é preciso lembrar-se de acionar os faróis baixos para tentar melhorar a visibilidade. Essa medida também é exigida pelo Código de Trânsito Brasileiro para trafegar nas estradas.

Para dirigir na chuva com maior proteção, evite acionar a luz do farol alto, pois ela reflete diretamente nas gotas de água e isso prejudica ainda mais a visibilidade, tanto para o condutor como para os demais motoristas na via.

4. Saiba como agir em caso de aquaplanagem;

A aquaplanagem acontece quando uma camada de água se forma entre os pneus e o solo, e isso causa a impressão de que o veículo está “deslizando” por alguns instantes.

Se isso acontecer, o procedimento ideal é manter o volante em linha reta e tirar o pé do acelerador, para poder retomar o controle de maneira estável e segura quando a aquaplanagem terminar. Nesses casos, evite acionar os freios, pois isso pode causar o travamento das rodas e gerar riscos de derrapagem e até capotamento.

5. Quando precisar diminuir a velocidade, faça de forma gradual;

Frear de forma repentina pode fazer com que o veículo derrape, dificultando o controle e criando um risco de batida ou até mesmo um acidente mais grave.

6. Evite fazer ultrapassagens com a pista molhada;

Em pistas escorregadias ou com a presença de chuva, tentar uma ultrapassagem envolve ainda mais riscos. Nesse caso, o mais recomendado é evitar ao máximo fazer ultrapassagens, principalmente em estradas de pista simples.

Quando estiver em uma via maior, e se a ultrapassagem for realmente necessária, é essencial ter os cuidados redobrados e sinalizar seus movimentos para minimizar os riscos.

7. Se possível, evite passar em trechos alagados;

Além da própria altura e força das águas, em trechos com alagamento é mais difícil saber se há a ocorrência de buracos ou outros obstáculos encobertos que podem dificultar a travessia e gerar grandes problemas. Seja responsável e analise bem a situação para definir se será viável passar por algum trecho alagado.

E, claro, procure observar se há outros carros atravessando o trecho ou não. Em caso de correnteza ou de profundidade que ultrapasse a metade da altura da roda, tentar atravessar o trecho alagado pode oferecer uma série de riscos.

8. Se for preciso, pare em um local seguro;

Em caso de chuva muito intensa, procurar um local seguro para parar o carro e esperar as condições melhorarem pode ser a melhor decisão para evitar problemas maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *