Como identificar problemas no amortecedor e saber a hora certa de trocar

  • por

Qual a peça principal do sistema de suspensão do carro?
Esse mesmo, o AMORTECEDOR. Ele mantém o contato permanente dos pneus com o solo e garante estabilidade ao automóvel. É um componente diretamente ligado à segurança do veículo, por isso mantenha o amortecedor sempre em boas condições para garantir seu conforto e segurança.

Quando o amortecedor apresenta algum problema, é possível identificar a partir de alguns sinais que o carro dá durante a direção. São 5 sinais simples que você pode perceber.

Barulhos fortes e solavancos
Quando o carro apresenta ruídos em excesso (como sons metálicos e rangidos, por exemplo), solavancos e movimentação brusca dos componentes da suspensão, é sinal de que os amortecedores estão desgastados e precisam ser avaliados.

Perda de estabilidade na direção
Amortecedores desgastados reduzem o nível de aderência do veículo ao solo, e isso causa perda de estabilidade e controle de direção. Em pisos molhados, essa condição pode ser acentuada, dificultando muito a vida do motorista e trazendo riscos.

Aumento na distância de frenagem
Procure observar se o tempo de acionamento dos freios está maior. Problemas no amortecedor podem comprometer a aderência dos pneus ao solo e, por isso, fica mais difícil dos freios pararem as rodas, aumentando a distância de frenagem.

Pneus com desgaste e “pulando”
Os amortecedores controlam os movimentos das molas e o contato dos pneus com o solo. O mau funcionamento pode causar danos aos pneus e prejudicar a dirigibilidade, dando ao motorista a sensação de que o pneu está pulando no pavimento.

Vazamento de óleo
É possível identificar o vazamento quando há vestígio de óleo no corpo do amortecedor. Nesses casos, o óleo que deveria estar comprimido dentro do amortecedor acaba vazando e atrapalhando o funcionamento da peça.
Se isso acontecer, é importante levar o carro em uma assistência técnica o mais rápido possível, pois um amortecedor com vazamento de óleo perde sua ação rapidamente.

Balanço excessivo após freadas e arrancadas
Outro sintoma de que o amortecedor precisa de atenção é quando o carro começa a oscilar demais e demora para parar de balançar após uma freada, arrancada ou ao passar por uma lombada, por exemplo. É sinal de que o amortecedor não está mais conseguindo dissipar a energia da mola como deveria.

E aí, gostou das dicas? Lembre-se que a vida útil do amortecedor é proporcional às condições de uso do seu veículo, e que é importante fazer a revisão periodicamente (recomenda-se que seja feita a cada 10 mil km rodados).

Se o seu veículo apresentar algum dos sinais descritos acima, procure uma assistência de confiança para verificar a necessidade de uma troca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *